BELEZA ECO-FRIENDLY - COSMÉTICOS CRUELTY-FREE, VEGANO, NATURAL E ORGÂNICO

Atualizado: 15 de fev.



O mundo está buscando cada vez mais sustentabilidade, consciência ambiental e proteção aos animais. Com isso, as pessoas vêm mudando seus hábitos de compra. E a industria da beleza está acompanhando esse processo de evolução do consumo produzindo produtos com propostas que atendem essa nova demanda.


O termo "Eco-Friendly" significa "amigo do meio-ambiente" e é abrangente, atingindo todas as áreas de consumo. Na área da beleza, produtos que seguem essa filosofia podem ser cruelty-free, veganos, orgânicos e/ou naturais. São atributos distintos, que podem estar presentes em um mesmo produto ou não. A seguir explico sobre cada um deles para vocês. 😉


CRUELTY-FREE


Cosméticos cruelty-free (ou sem crueldade) são aqueles que não são submetidos a testes em animais para serem comercializados. No Brasil, os testes em animais ainda não são proibidos, mas uma resolução normativa do Conselho Nacional de Controle e Experimentação Animal (Concea) determinou que laboratórios adotassem métodos alternativos que não usem seres vivos. No entanto, se tais métodos não apresentarem resultados que garantam segurança para o consumo humano, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pode exigir procedimentos com cobaias.


Uma boa notícia é que algumas empresas nacionais voluntariamente já aboliram de suas produções testes em animais há muito tempo, como o Grupo Boticário e Natura, que não realizam esses tipos de testes desde 2000 e 2006, respectivamente.

Além disso, oito Estados brasileiros possuem leis que proíbem o uso de cobaias em determinadas indústrias: Amazonas, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo.


VEGANO



Produtos veganos são aqueles que não possuem em sua composição nenhum ingrediente de origem animal como: mel, cera de abelha, colágeno, carmim, gelatina, etc. Além disso, também são cruelty free. Ou seja, para ser considerado vegano o produto deve ter esses dois atributos: não ter matéria-prima de origem animal e não testar neles.


Para verificar se um produto é verdadeiramente vegano, afira se ele possui selo de certificação como os emitidos pelo People for the Ethical Treatment of Animals (PETA) e Vegan.org



Um cosmético vegano, apesar de ser ecologicamente mais benéfico, não necessariamente será enquadrado como um produto natural, pois pode conter componentes sintéticos na sua fórmula. Para saber se além de vegano o produto é também natural leia o rótulo.




NATURAL

Cosméticos naturais, como o próprio nome indica, usam apenas ingredientes naturais, não possuem compostos químicos como parabenos, sulfatos, silicone, óleo mineral e corantes. São produtos que usam matéria-prima como sementes, manteigas ou óleos vegetais, sendo uma ótima opção para pessoas com pele sensível que costumam sofrer com reações alérgicas com os cosméticos convencionais que têm ingredientes sintéticos. Para ser considerado natural, a composição deve conter, no mínimo, 5% de ingredientes orgânicos. Mas atenção, nem todo produto natural será necessariamente vegano, pois pode conter ingredientes naturais de origem animal, como a cera de abelha, o mel, etc.


ORGÂNICO



É uma categoria de produtos naturais com um plus: pelo menos 95% da matéria-prima são de origem orgânica, ou seja, insumos naturais livres de agrotóxicos, adubos sintéticos, hormônios ou outros químicos. A produção é controlada desde a agricultura até a fase de embalagem. Costumam ser mais hipoalergênicos, pois a presença de compostos tóxicos é muito pequena ou pode nem existir. Para se denominar orgânica, a marca precisa ter certificação como as emitidas pela ECOCERT, IBD ou USDA, órgãos que atestam que um produto é orgânico.




Produtos de beleza orgânicos estão cada vez mais em alta. Listei algumas marcas (principalmente de maquiagens) orgânica para quem quiser conhecer (é só clicar nos nomes): Use orgânico, Baims, Organela e Simple Organic.


BIODINÂMICO


São cosméticos orgânicos "premium”. As matérias-prima usadas são produzidas sem o uso de agrotóxico, na estação do ano propícia para o seu cultivo de cada insumo, respeitando o ciclo natural da planta para que ela cresça da melhor forma e que seus benefícios sejam todos ativados.