6 CUIDADOS DE BIOSSEGURANÇA NA MAQUIAGEM - Contra o Covid-19 e outros micro-organismos

Atualizado: 15 de fev.

Devido ao momento de pandemia pelo COVID-19 (corona vírus) que o mundo está passando, nunca se falou tanto sobre higiene pessoal (biossegurança). Isso é um ponto positivo que podemos tirar desse momento tão complicado, pois a limpeza regular das mãos e dos objetos que trazem sujeira do ambiente externo para nossa casa é um cuidado básico que ajuda a evitar muitas doenças e que devemos continuar praticando mesmo quando essa fase passar.


Também devemos ter cuidados de higiene com nossas maquiagens, afinal são produtos que aplicamos diretamente no rosto e maquiagem contaminada pode gerar muitas doenças causadas por agentes biológicos como: alergias, terçol, conjuntivite, herpes, acne, micose e até mesmo infecções que podem levar a paralisia. É para isso que existe a Biossegurança na maquiagem, para estabelecer o conjunto de procedimentos fundamentais para evitar ou controlar a proliferação de doenças e infecções causadas por micro-organismos que podem se proliferar nos produtos de maquiagem e nos contaminar.


Como maquiadora, sempre tomei os cuidados necessários: uso de máscara facial, limpeza das mão com álcool em gel, pincéis sempre limpos e esterilizados, uso de álcool 70% nos produtos em pó após o uso em cada cliente, escova de máscara de cílios descartável, maquiagens líquidas e cremosas sempre retiradas da embalagem e aplicadas com pincel limpo; além de toda a limpeza do meu ateliê. Enfim, os cuidados básicos e imprescindíveis para preservar a minha saúde e a das minhas clientes bem como conservar meu material de trabalho.


Só que esses cuidados não devem se limitar aos maquiadores, você que ama se maquiar, ainda que não seja todos os dias, também deve manter uma rotina de higiene básica com seus produtos para evitar o auto contágio e o contágio cruzado. Abaixo listei os cuidados que você deve ter com suas maquiagens.


1. LIMPEZA DOS PINCÉIS E ESPONJAS


Essa é uma orientação que sempre passo para as minhas alunas de auto maquiagem e do curso profissional iniciante. Para evitar a proliferação dos micro organismos que podem estragar suas maquiagens e contaminar sua pele, é imprescindível lavar suas ferramentas de aplicação de maquiagem. As esponjas devem ser limpas a cada uso e os demais pincéis pelo menos uma vez por semana, se forem de uso pessoal. Já as de uso profissional sempre limpos e esterilizados com álcool 70% para cada cliente. Além de contaminar a pele e a própria maquiagem, pincel sujo atrapalha o resultado final da maquiagem. Se você prefere usar as mãos para se maquiar, lembre-se sempre de higienizá-las corretamente antes.


No vídeo abaixo, ensinei como fazer a higienização desses materiais.


2. NÃO COMPARTILHE SEUS PRODUTOS DE MAQUIAGEM


O segundo cuidado é não emprestar nem pegar emprestada maquiagens e pincéis, principalmente os produtos que voltam para a embalagem após o uso, como por exemplo corretivo com aplicador de pincel, máscara de cílios, batons (em bala ou líquido) pois o contato com a pele e depois o retorno para a embalagem acaba levando micro-organismos do corpo para o produto e vice-versa. E ao emprestar ou usar de outra pessoa gera a contaminação cruzada e amplifica a probabilidade de desenvolver doenças e infecções.


O não compartilhamento dos produtos também precisa ser seguido pelos maquiadores profissionais, por isso eu não aplico os produtos diretamente no rosto das minhas clientes, retiro uma quantidade de cada um com uma espátula ou deposito na plaquinha para então aplicar com pincel limpo ou descartável.


3. FIQUE DE OLHO NA VALIDADE


A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) é o órgão brasileiro responsável pela regulamentação e liberação de produtos e medicamentos no Brasil. De acordo com a norma nacional, todo produto deve vir com data ou prazo de validade impresso na embalagem.


Maquiagens possuem validade que varia de 6 a 36 meses. A máscara de cílios é um dos produtos com menor durabilidade (6 meses), já produtos em pó são os que normalmente tem o prazo maior. Sempre verifique se sua maquiagem está dentro da validade. Se ela estiver escrita apenas na embalagem de papel, que normalmente jogamos fora, é importante que você anote no próprio produto para não esquecer.


Atente-se ainda para a diferença de regulamentação dos produtos importados, enquanto no Brasil a validade vem determinada, em produtos de outras nacionalidades o prazo de validade pode ser estabelecido a partir da abertura do produto, ou seja, enquanto ele estiver lacrado a validade não é contabilizada. A identificação nesses casos é feita com um desenho de um pote aberto com um número dentro representando quantos meses terá de validade após aberto. No caso desses produtos, é importante anotar a data em que você o abrir ou fazer o cálculo de quando será o vencimento.


Após o prazo de validade determinado pelo fabricante os conservantes não terão mais a mesma eficácia e a proliferação de bactérias e outros micro-organismos será muito maior e poderá causar diversas doenças, que já citei no começo do post. Assim, a recomendação é respeitar a validade dos produtos para evita doenças e infecções.


4. NÃO USE PRODUTO FALSIFICADO


Parece um cuidado óbvio, mas muitas pessoas ainda adquirem produtos denominados de réplicas. São cópias baratas (no duplo sentido) de produtos de marcas mais caras. Essas mercadorias não passam por controle de produção nem são atestada pelos órgãos de inspeção sanitária. Ao fazer uso desses produtos você está colocando a sua saúde em risco.


5. ESCOLHA O LOCAL CORRETO PARA GUARDAR SUAS MAQUIAGENS


É muito comum algumas pessoas guardarem suas maquiagens no banheiro, porém esse não um local adequado, nem mesmo dentro do armário, pois a umidade e o calor comuns desse ambiente são fatores que podem alterar as propriedades dos produtos e os danificar antes mesmo de vencerem. Assim, mantenha suas maquiagens em outro cômodo ao abrigo de calor e umidade, e se você se maquia no banheiro leve-as para lá apenas quando for usá-las.


6. SEMPRE VERIFIQUE A APARÊNCIA DA SUA MAQUIAGEM


Pode acontecer da maquiagem estragar antes do seu vencimento, por diversos fatores: má armazenagem (tópico anterior), por instabilidade da fórmula ou por contaminação. Por isso, sempre observe seus produtos. Caso eles mudem o cheiro, cor ou consistência jogue os fora. Jamais utilize maquiagem que esteja com aparência de estragada, ainda que dentro da validade.


CUIDADO EXTRA. SUSPENDA O USO EM CASO DE REAÇÃO INESPERADA DO PRODUTO


Esse cuidado é lógico, mas é sempre bom reforçar que caso você tenha alguma reação alérgica ao usar alguma maquiagem suspenda o uso imediatamente e procure orientação médica. Além disso, é importante que você entre em contato com o SAC da marca para informar o ocorrido para que ela possa verificar se foi alguma falha no lote ou na fórmula e possa corrigir o problema.


Todas essas precauções são fundamentais para preservar a durabilidade das suas maquiagens, mas principalmente para zelar pela sua saúde (e das suas clientes, se você também for maquiadorx).

Assim sendo, sempre siga esses cuidados com a suas maquiagens, não apenas em tempos de Corona Vírus.


Se cuidem 💖 e cuidem também das suas maquiagens.

Me acompanhe nas redes sociais que posto muitos conteúdos por lá.


Bárbara Figueiredo - designer da beleza e graduanda em Biomedicina.


Acompanhe as minhas redes sociais, posto vários outros conteúdos interessantes por lá também.